Arquivo da categoria: Constelação LAERTE – n. Zero

Constelação zero: Apresentação

Olá. Este é o primeiro (zero) número da Constelação. “Textos curtos, ideias longas” é o nosso lema. Abrimos com um tema que é também uma pessoa: Laerte Coutinho. Existem relações entre os textos, mas isso não quer dizer que elas … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Deixe um comentário

Laerte comenta: site de lingerie para homens

Xdress.com é um site que vende lingerie feitas especialmente para o corpo masculino. Chamamos o homenageado desta primeira edição da Constelação, Laerte Coutinho, para dizer o que achou da novidade. Laerte, o que você achou disso? Fiquei maravilhado com aquela … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | 3 Comentários

Diferença em exposição

Livro: Difference on display. Diversity in Art, Science and Society (NAI Publishers, 2010). 80 artistas e ensaístas contemporâneos (inclusive Marc Quinn, Marlene Dumas, the Chapman Brothers, Viktor & Rolf, Louise Bourgeois e Aernout Mik) discutem/figuram a relação entre normal e … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Deixe um comentário

Calote: o cartum como trocadilho

Calote faz piada com gente pelada, com o caráter tosco da masculinidade e com os Ursinhos Carinhosos. Apesar de seu pai ser cientista contábil, Calote é o apelido de Marcelo (seu nome verdadeiro), não seu sobrenome. Se não, eu sugeriria … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Deixe um comentário

Machado de Assis Swing Homoerótico

– O mar amanhã está de desafiar a gente, disse-me a voz de Escobar, ao pé de mim. – Você entra no mar amanhã? – Tenho entrado com mares maiores, muito maiores. Você não imagina o que é um bom … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Riot Girrrls!

Garotas punk da região de Washington resolvem, na década de 90,  formar bandas, fundar fanzines e organizar festivais para falar de feminismo sem papo cabeça. Letras fortes e agressivas tratam da dominação masculina no sexo, no amor e na música. … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Deixe um comentário

Sexo socialista

Na sociedade emancipada o sexo não será dominado pela fantasia da subordinação, dizem as feministas mais radicais. Instrumentalizar o corpo do outro para transformá-lo em um objeto manipulável e destituído de vontade é abrir espaço para sua violação. A penetração, … Continuar lendo

Publicado em Constelação LAERTE - n. Zero | Deixe um comentário